Por que você não deve apostar todas as fichas no seu diploma


Blog / domingo, julho 30th, 2017

Quando vamos para a faculdade, estamos esperançosos que os quatro (ou mais) anos gastos lá vão servir para alguma coisa, como um excelente emprego que nos paga muito dinheiro logo de primeira.

Essa esperança vem, talvez, da forma como grande parte de nós estuda durante toda a vida até esse ponto. Bunda na cadeira durante horas à fio, memorização de diversos conteúdos dispersos para colocar tudo isso na prova. E o prêmio? Passar!

Estagiamos, fazemos os trabalhos, até nos voluntariamos, tudo para que, ao final daquele tempo, nossa vida seja finalmente perfeita!

Chega o dia da graduação e você percebe que não é bem assim que funciona. Só porque você tem um diploma, as empresas não vão ligar para você querendo contratá-lo. Não se você não tiver feito algo a mais. 

Passam-se dois, três anos de formado e talvez você nem tenha conseguido seu primeiro emprego na sua área. Ou talvez tenha conseguido, mas seu salário e nada é quase a mesma coisa…

E aí, talvez você pense em voltar para a faculdade porque “não existe emprego na sua área”, “a crise” ou “não era isso que você queria mesmo”…

Mas será que uma segunda graduação é a solução?

Quando você não consegue ser absorvido pelo mercado na sua área de graduação, você não precisa pensar em voltar para a faculdade.

O seu diploma não significa nada se você não desenvolver um plano de ação para a sua carreira.

E aí que você tem que se perguntar: o que eu desenvolvi nesses anos da faculdade que é importante para o mercado ou para ajudar outras pessoas?

Se você não souber responder o que pode agregar a outras pessoas, o que você tem de “mais”, o que você sabe, o que você quer… Então não adianta ter um, dois ou três diplomas nas faculdades mais renomadas do país ou do mundo. 

Eu falo isso porque sei que muitos se sentem tentados a voltar para a graduação porque acreditam que isso será a solução de todos os seus problemas.

Mas uma pessoa com 2 diplomas e ZERO ação e proatividade não é atraente para o mercado e o mundo real. 

Diploma é um papel importante sim, porque ele dá a você a chance do pontapé inicial.

Mas ele jamais será garantia de emprego, ou garantia de bom emprego.

Quer um emprego garantido? Estude para concursos, dedique-se a isso. Estudar para concursos é o único tipo de estudos que você sabe que terá um prêmio garantido: o seu emprego.

A faculdade é excelente para abrir sua mente, para fazê-lo conhecer coisas novas. Mas dificilmente você vai aprender as habilidades necessárias para fazer parte do mercado de trabalho apenas com isso. Graduação não é suficiente

Busque sempre desenvolver habilidades. É isso que você precisa  fazer para ser realmente bom na sua área. E você não precisa ir para a faculdade outra vez para desenvolver habilidades importantes para a sua carreira.

Você pode fazer isso criando um projeto (com a internet, você pode fazer o que quiser!), fazendo um intercâmbio e se voluntariando. Você pode pegar freelas, desenvolver algum talento, conversar com pessoas da sua área, seja o que for. Só não fique parado esperando que o emprego caia no seu colo. Não vai. 

Saia um pouco da sua cabeça e vá fazer. Somente fazendo que você desenvolverá os talentos que precisa para começar sua carreira, seja no Brasil ou no exterior!