Como trabalhar em casa e ainda assim produzir muito


Blog / domingo, dezembro 18th, 2016

trabalhar em casa

Comecei a trabalhar em casa há mais de um ano, só com meu computador e acesso à internet. Comecei escrevendo artigos enquanto esperava minha universidade sair da greve. Era o meu último semestre, o semestre do TCC!

A meta era escrever 500 palavras, que pareciam demais quando comecei. Eu não estava acostumada a escrever sobre o assunto e mal sabia da existência de SEO e marketing de conteúdo.

Além desse problema, ajustar-me ao trabalho em casa foi mais complicado do que eu tinha imaginado. Como você deve saber, em casa temos nossa cama, distrações variadas e ainda algumas tarefas domésticas, como lavar a louça e manter as coisas em ordem.

De fato, até eu decidir consolidar um sistema de trabalho, trabalhar bem era praticamente impossível. Quando eu finalmente me sentava para trabalhar, era difícil conseguir concentração para produzir bem.

O resultado disso era muito tempo gasto para realizar pouco trabalho. Sempre deixava as coisas atrasarem e sempre ficava na correria. Trabalhar em casa no início foi mais estressante do que as pessoas imaginam.

A Mudança

Depois de todo esse tempo, continuo trabalhando em casa, mas agora eu consigo produzir tudo o que é preciso e ainda tenho tempo livre para fazer outras atividades sem me sentir culpada ou deixar o trabalho acumular.

Eu diria que o que aconteceu foi pura e simplesmente “rotina”. Nos estágios que fiz, estava acostumada a sair de casa para ir trabalhar, então era uma espécie de sistema. Me preparar, sair de casa, pegar ônibus ou caminhar, e chegar no emprego, falar Olá, bom dia, hello, good morning ou Hallo, Guten Morgen para todos, ligar o computador e começar.

Em casa, tudo o que eu precisava fazer era me sentar na frente do computador e começar quando eu quisesse. Eu não precisava mais sair de casa ou colocar um sapato e nem sair 30 minutos antes para chegar na hora certa no trabalho.

É uma mudança completa na rotina e no que significa “trabalho” aos moldes tradicionais. Por isso, foi preciso um tempo de ajuste e a criação de um sistema capaz de me fazer produzir com qualidade.

Abaixo, eu separei 5 ações que foram essenciais para eu começasse a produzir bem em casa e aumentar minhas responsabilidades sem aumentar meu tempo de trabalho.

1. Ter uma mesa de trabalho

O sonho de muita gente é trabalhar em casa porque pode trabalhar até deitado. Mas vamos ser realistas aqui! Se seu trabalho requer um computador, a cama não é o local mais confortável.

Para mim, que tenho que escrever muito durante o dia, editar vídeos, fotos e planilhas de Excel, uma mesa de trabalho com uma boa cadeira acolchoada fez toda a diferença para a minha produtividade.

Quando eu comecei a trabalhar em uma mesa espaçosa de escritório, a coisa começou a funcionar muito melhor. Então a minha dica é investir em uma o mais cedo que conseguir.

Se não der para colocar a mesa em uma sala só para isso, isto é, numa espécie de escritório, coloque a mesa no seu quarto mesmo. Um espaço comum, como a sala ou a cozinha de sua casa, pode ser complicado se você mora com sua família, por exemplo.

Isso porque eles podem chegar em casa, ligar a televisão, começar a conversar, e isso vai atrapalhar o seu trabalho. Se a mesa estiver num escritório em casa ou no seu quarto, você terá menos interrupção.

2. Ter um horário definido para começar

Em um trabalho tradicional, em que você precisa sair de casa e ir para a Redação ou escritório, você sabe a hora que tem que estar lá, certo? Se são 8 horas da manhã, são 8 horas da manhã. Você não vai chegar lá às 9, vai? Só se quiser ser demitido! 

No meu trabalho na Alemanha, eu podia chegar entre 9 e 9:30 (sempre chegava 9:30), mas nunca mais tarde do que isso. Nós respeitamos esse horário quando trabalhamos fora de casa, então por que temos dificuldade de respeitar esse horário quando trabalhamos em casa?

Começar na hora certa é uma das primeiras dificuldades de quem trabalha em casa, mas é uma das primeiras coisas que você tem que resolver para que isso de home office dê realmente certo.

Então, decida quantas horas por dia você quer trabalhar e também quando vai começar. Eu começo às 9 da manhã às segundas, quartas e sextas e às 14 horas às terças e quintas.

Ter um horário definido também vai permitir que você crie outros planos para o seu dia além de trabalhar.  Afinal, trabalhar não é tudo nessa vida. 🙂

3. Fazer uma lista de afazeres antes de começar

Outra ação que foi essencial para mim foi ter uma lista de afazeres diárias. Quando estudava, eu adorava escrever tudo o que tinha que fazer na minha agenda. Sempre que completava cada tarefa, escrevia um F de feito na frente. Já era um hábito que transferi para o trabalho também.

Comecei a escrever, antes mesmo de ligar o computador, o que era necessário fazer naquele dia, em ordem de prioridade. O ideal é tirar do caminho as tarefas mais prioritárias logo, e essas tarefas não podem ser mais de duas por dia.

Ao fazer isso, você evita a tendência de inventar coisas para fazer para evitar as tarefas mais importantes. Por exemplo, eu preciso publicar um artigo novo toda terça-feira. Eu sei que na segunda de manhã, a primeira coisa que devo fazer é escrever.

Se eu não me lembrar disso, vou começar o dia abrindo emails, checando os números das redes sociais e do blog e fazendo mil coisas diferentes que precisam ser feitas, mas não são prioridade.

Muitas vezes já me aconteceu de chegar no fim do dia na segunda-feira e me dar conta de que não fiz o texto. Resultado: minha terça-feira é uma correria porque preciso escrever texto, editar e publicar tudo em um dia…

Enfim, o que quero dizer é que uma lista de afazeres permitirá que você planeje suas tarefas com base na prioridade delas e não na sua vontade ou não de fazê-las. Para quem trabalha em casa e tem um ambiente de trabalho mais flexível (sem ta pressão de figuras de chefia), ter esse tipo de controle é chave para produzir bem.

4. Trabalhar em blocos

Acho que isso é importante tanto para quem trabalha em escritório quanto para quem trabalha em casa. Separar suas atividades em blocos permitirá que você trabalhe com muito mais eficiência.

Antes, eu trabalha a medida que ia lembrando das coisas, no máximo separando as atividades por deadlines e isso me deixava numa correria nem um pouco saudável.

Depois que comecei a organizar meu trabalho, eu de repente me vi com mais tempo. Por exemplo, eu faço todos as imagens similares do instagram em um dia só. Faço todas as dicas da semana para o instagram e já agendo tudo no Instimizer, de acordo com o caléndário de publicação.

A mesma coisa ocorre com o agendamento de artigos no Facebook. Agendo tudo em um único momento, assim, eu já fico livre disso e posso fazer outras coisas ao longo da semana.

Trabalhar em blocos com certeza tem me ajudado a trabalhar com mais eficência e evitar a correira. Foi uma coisa que li no livro do Tim Ferriss, Trabalhe 4 Horas por Semana. Vale a pena tentar também!

5. Ter outras atividades para te tirar de casa

Eu sou excessivamente caseira e posso ficar dentro de casa por semanas. Quando estava me ajustando ao trabalho, não tinha hora para terminar.

Então eu poderia ficar até 9 horas da noite ainda trabalhando, porque, claro, não tinha me organizado bem e o trabalho não rendia.

Como eu não tinha nada para fazer mesmo, qual é o problema de ficar trabalhando até 9 horas da noite?

O problema é que isso, além de cansativo e insustentável (eu não aguento ficar horas sentada de cara para uma tela o dia inteiro), atrapalhava o meu rendimento.

Depois que recomecei a fazer aulas de dança a noite também, com horário certo para começar, eu tive que me forçar a terminar meu trabalho dentro de um prazo.

Então agora eu trabalho para terminar o dia às 18 horas, no máximo. Isso me força a procrastinar menos durante o dia e evita que eu estenda meu horário, além de melhorar minha qualidade de vida.

Então sugiro que você faça uma aula de algum idioma, dança, academia, correr na rua. Qualquer coisa que tire você de casa depois do trabalho e dê a você um senso de urgência para terminar o trabalho antes do fim do dia.

Todos os dias eu busco uma forma de fazer meu trabalho ficar melhor mais eficiente. A minha meta é diminuir meu tempo de trabalho sem precisar diminuir minhas responsabilidades.

Já faço 6 horas de aulas de dança por semana e pretendo adicionar outras atividades, como aula de alemão e dois artigos semanais para este blog.

Então vamos lá! Todo dia é uma nova experiência e um novo aprendizado.