Blog post em detalhes: Entenda a estrutura de conteúdo de um texto para blog

Categorias Blog
texto para blog

Quando você escreve um blog post, qual é seu objetivo com ele? Seu objetivo é explorar sua vida, refletir, compartilhar um assunto ou ensinar?

Em geral, blog posts que não são pessoais estão em busca de compartilhar e ensinar um assunto. E quando é esse o caso, existe alguns passos que você pode considerar para facilitar o seu processo de escrita e de identificação com o leitor.

Para isso, eu separei em 6 tópicos importantes sobre a estrutura do conteúdo de um blog post.

Em geral, um texto comum se divide em introdução – desenvolvimento – conclusão, enquanto um texto jornalístico típico se divide em o que – quem – quando – onde – como – por que.

No caso do blog post a sequência é mais de storytelling, isto é, ela existe não para servir a uma ideia de imparcialidade e objetividade e não para argumentar cada ponto de um fato. Ela existe para melhorar a vida do leitor.

É por isso que existem basicamente 6 partes de um blog que você deveria se preocupar:

Título

Em geral, as pessoas gostam de deixar o título para se pensar por último. Mas no caso do blog post, definir o título logo como primeiro passo vai permitir que você seja o mais assertivo possível, sem se deixar divagar.

Além disso, com um título em mente a sua produção de texto vai ser mais rápida.

Então eu diria, escolha um tema que você se importa, que tem curiosidade sobre, e quer solucionar ou compartilhar com outras pessoas. Então, defina um título.

Você pode ajustar depois se sentir que seu texto acabou indo para outro lado.

Mostrar o problema

O seu primeiro parágrafo deve focar em mostrar qual é o problema. Se seu texto quer ajudar as pessoas, ele precisa mostrar o que realmente está acontecendo e porque isso é ruim.

Quando você mostra o problema, o leitor tem maior chance de se identificar com ele. Por isso, expor o problema primeiro vai permitir que você crie uma conexão com seu leitor.

Há uma solução

Depois do problema, você deve vir com uma proposta de solução para o leitor. Fazer ele entender que esse problema tem uma solução e que você é capaz de mostrar para ele que você tem essa solução.

E neste momento você faz uma promessa: vou passar a você a solução! É só continuar lendo.

Passo a passo para a solução

É aqui que você entrega o que prometeu, colocando um passo a passo claro e lógico para o leitor poder seguir.

Explicar o que cada passo ou dica consiste é importante para que o leitor tenha um guia que vai resolver seu problema de verdade. Então, não prometa algo que você não pode cumprir!

Resumo: Tudo vai ficar bem

Depois de expor o passo a passo, retorne para afirmar para o seu leitor que aquele problema exposto no início tem uma solução se ele seguir o passo a passo ou dicas que você deu.

Você pode optar por fazer um resumo do que foi dito ao longo do texto ou não.

Optativo: Call to Action

E se você sentir necessidade, pode ainda no final explorar mais opção de solução para o leitor.

É neste momento que você coloca uma chamada para a ação (Call to Action ou CTA), convidando-o a tornar esse passo a passo ainda mais realizável se ele conhecer outro texto, outro material, seguir você nas redes sociais ou até oferecer para conhecer algum produto ou serviço que você oferece.

Não use o Call to Action para vender. Use-o para expor o leitor a outras soluções que você oferece, normalmente melhor explicadas em outro link. Evite vendas no seu texto de blog porque muitas vezes seu leitor ainda não tem um contato maior com seu trabalho.

Já parou para pensar que muitos textos que você vê em blogs por aí têm basicamente esta estrutura de conteúdo?

Essa é uma estrutura comum e que é focada em apresentar uma solução rápida e escaneável para o leitor, isto é, que ele possa identificar rapidamente quais são os passos para solucionar seu problema.

Então na hora de escrever seu texto, experimente desenvolver esta estrutura de conteúdo. Você vai perceber que criará textos mais fáceis de ler, mais focados na solução e até mais rápidos de escrever.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *