3 habilidades indiscutíveis que você desenvolve ao morar fora

Categorias Blog
morar fora

Morar fora é um sonho de muita gente. Também foi e ainda é um dos meus sonhos que venho realizando desde 2013, quando participei do programa Ciência sem Fronteiras.

Morar fora da sua zona de conforto é viciante, eu diria. É nesses momentos que abrimos os olhos para o que é genuinamente novo.

Mas qual habilidade concreta desenvolvemos quando vamos para longe da nossa cultura, dos rostos conhecidos e do nosso idioma materno?

Neste artigo, separei 3 habilidades indiscutíveis que eu desenvolvi quando morei nos Estados Unidos e na Alemanha.

1. Escutar e enxergar de verdade

Quando moramos sempre no mesmo lugar, já estamos acostumados com tudo. O que nos leva a não prestar devida atenção ao que está ao nosso redor.

Quando você vai para fora, inevitavelmente está presenciando um ambiente, idioma e cultura novos. Você instintivamente abre os seus sentidos para o que está acontecendo agora, com curiosidade genuína para entender o novo.

Toda pequena ação é uma grande aventura, e você se torna uma pessoa mais consciente.

2. Conviver consigo mesmo

Ir morar fora, especialmente sozinho, implica que você vai ter que se virar. E isso pode ser difícil, ainda mais se você nunca esteve por conta própria antes.

E como você está em um lugar novo, sem amigos, sem familiares, você se descobre sozinho. Pode ser desesperador para muitos, pode ser solitário também. Há muitos momentos de solidão.

Esses momentos são de aprendizado, em que você precisa cuidar de si e encontrar soluções para seus problemas.

É nesse momento que você desenvolve a incrível habilidade de se virar e acreditar no seu potencial!

3. Acreditar nas pessoas

Vulnerabilidade é uma das habilidades mais importantes para a felicidade, mas mais difíceis também. A verdade é que quando você mora fora, não tem saída senão lidar com a vulnerabilidade.

Você vai conhecer muita gente e, muitas vezes, depender de pessoas que acabou de conhecer para chegar a onde quer ir, para resolver um problema, ou simplesmente para se divertir. 

E é nesse momento que você vai perceber que as pessoas são boas. A maioria das pessoas é como você, não importa se são de uma religião diferente da sua, se falam outro idioma ou cresceram em outro lugar da Terra.

Elas só estão ali, tentando viver suas vidas como você está tentando viver a sua. Quando você faz conexões com essas pessoas e confia nelas, você aprimora sua habilidade de acreditar e de compartilhar.

Essas 3 habilidades parecem bobas, pequenas e sem importância. Mas são elas que vão tornar você alguém melhor, mais verdadeiro, mais presente e mais amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *